Postagens

Mostrando postagens de Março, 2012

Matéria sobre a Barragem do Engenho Pereiras

Imagem
Por James Davidson

Após a realização da audiência pública sobre a Barragem do Engenho Pereiras em Moreno, o Jc fez a seguinte matéria e vídeo abaixo:

Disponível em:http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cidades/noticia/2012/03/20/parte-de-moreno-sera-inundada-para-evitar-cheias-futuras-36387.php


Parte de Moreno será inundada para evitar cheias futuras Estrutura será construída no Rio Jaboatão e vai inundar entorno da casa-grande do Engenho Pintos. Compesa promete fim da falta d'água na área sul da RMR
Às margens do Rio Jaboatão, em Moreno, a área no entorno da casa-grande do Engenho Pintos, distante 16 quilômetros do Centro, será inundada com a construção de uma barragem. O objetivo da estrutura é acabar definitivamente com as cheias que costumam afetar o município e parte de cidades vizinhas como Jaboatão dos Guararapes, Grande Recife, e Vitória de Santo Antão, Zona da Mata. O empreendimento terá como responsável a Compesa, que também promete acabar com problemas de falta d'á-…

Audiência pública sobre Barragem no Rio Jaboatão

Imagem
Por James Davidson



 A CPRH - Companhia Pernambucana de Recursos Hídricos, estará realizando uma audiência pública para discutir a construção da Barragem do Rio Jaboatão no Engenho Pereiras, em Moreno. O evento será realizado no dia 15 de março no Sociète Esporte Clube, próximo a Praça da Bandeira, no centro de Moreno, às 9:30 hs. Talvez o evento conte com a participação e a presença do Governador do estado Eduardo Campos.
 A obra será construída nas terras do antigo Engenho Pereiras e tem como finalidade principal conter as enchentes do Rio Jaboatão. Além disso, pretende fornecer água para a cidade de Moreno e para Bonança, diminuindo o racionamento nessas localidades. O estudo de Impacto ambiental será apresentado e os questionamentos da população deverão ser respondidos. Infelizmente, o autor deste blog estará de viagem nesse dia, não podendo comparecer. Porém, venho através deste convocar a todos os jaboatonenses e morenenses a participarem do evento. Sugiro alguns questionamento…

Cocaia

Por James Davidson

Em defesa dos moradores naturais da região do porto de Suape, pescadores e coletores que serão praticamente expulsos de lá, por conta do "progresso" à custa do meio ambiente natural e social, fiz o seguinte poema:

Cocaia


Tudo está tranqüilo agora Mas o que será amanhã? O que farão aos caranguejos? O que será dos manguezais?
Falam em progresso Em um grande crescimento Que vai gerar empregos A crise diminuir
Mas esquecem que o porto Nada fez pra melhorar Pois a crise permanece E a gente como está?
Os tubarões que nos atacam São a voz da natureza Que grita por socorro Pelos mangues destruídos
Mas só falam no petróleo E no emprego que vai gerar Busca o mundo outras fontes Enquanto nós na contramão!
Na Baía de Guanabara O estrago foi enorme E a gente que é tão pobre Como é que vai ficar?
Se não houver mais caranguejos De onde virá o meu sustento Não haverá mais rendimento Se o peixe então sumir.
Mas nos falam que é seguro Que vai gerar muitos empregos Mas agora eu tenho medo Pois eu só sei pes…

Antiga Casa de Marilita Martins - atual biblioteca pública

Imagem
Por James Davidson




O prédio onde funciona a atual biblioteca de Jaboatão (e diga-se de passagem a única biblioteca municipal de Jaboatão) é um dos prédios históricos mais interessantes da cidade. Localizado na Rua Marilita Martins, próximo à estação do metrô, destaca-se por sua beleza e por seu estilo peculiar, bastante distinto dos edifícios do entorno. Por isso, é considerada um dos belos prédios históricos de Jaboatão.




Sua história começa na segunda metade do século XIX. O Barão de Limoeiro, proprietário do Engenho Penanduba, constrói a casa e a dá como dote de casamento da sua filha, que casou com o Dr. Levino de Queiroz Lima. O edifício passou, posteriormente ,a pertencer ao Sr. Bernardino de Sena Pontual e em seguida ao Sr. Alcides Bandeira. Este era casado com a Srª. Marilita Bandeira que, após enviuvar-se, casou com o Sr. Antonio Geraldo Martins de Albuquerque. Daí, o prédio ser conhecido como Casa de "Marilita Martins".



O bairro onde fica a casa hoje faz parte do Centr…