quinta-feira, 19 de junho de 2008

Mais sobre o Engenho São Bartolomeu

Por James Davidson





O Engenho São Bartolomeu fica situado próximo ao Bairro de Comportas, no 1° Distrito de Jaboatão, conforme já informamos na 1° postagem. Conforme solicitado e prometido, irei trazer mais informações sobre o Engenho São Bartolomeu nesta postagem.



O Engenho São Bartolomeu pertenceu ao judeu Fernão do Vale e ao seu irmão Filipe do Vale, como já mencionado, durante a invasão holandesa, ou seja, inicio do século XVII. Posteriormente, pertenceu ao Sr Inácio de Barros, em 1761.




Entre 1852 e 1870, o Engenho pertenceu ao coronel Agostinho Bezerra da Silva Cavalcanti e sua esposa D. Rita de Cássia de Souza Leão, esta criadora do Bolo São Bartolomeu (um tipo de bolo Souza Leão). Já em 1881, o proprietário era José Caetano de Albuqueque e no ano seguinte pertencia a Thomas de Carvalho Soares Brandão Sobrinho a aos filhos do proprietário anterior. No ano de 1908, era proprietário o Sr Casimiro de Jesus Lapa que vendeu o engenho a Augusto de Almeida Castro.



O Sr Augusto de Almeida Castro passou o engenho para o seu filho Hermano de Castro que plantou na localidade muitas mudas de diversas plantas, inclusive as acerolas, por ser biólogo da UFRPE. A escola Augusto de Castro foi construída em 1974, num terreno doado por ele e a escola leva o nome de seu pai. Dois anos depois, o Engenho São Bartolomeu foi adquirido por José Miguel Neto que , junto com seus filhos, é o atual proprietário do engenho.



Nas terras do Engenho São Bartolomeu, banhadas pelo Rio Jaboatão, encontra-se os únicos resquícios da Formação Cabo em Jaboatão dos Guararapes. Esta formacão consiste num grupo de rochas sedimentares de idade cretácea formada por conglomerados de diversos tamanhos. Destaca-se a presenca de matacões de rochas vulcânicas formando a matriz da rocha sedimentar.



Em parte da senzala funciona, atualmente, uma congregacão da Igreja Assembléia de Deus e o engenho fica a poucos metros da escola Augusto de Castro. Mas o mais interessante é que o tradicional Bolo São Bartolomeu surgiu em nosso município, no Engenho São Bartolomeu, e deveria ser reconhecido e tombado como patrimônio jaboatonense! Mas, quase ninguém conhece, infelizmente, a cultura de nosso Jaboatão!

6 comentários:

Anônimo disse...

Oi Colega James, agradeço por fornecer as informações sobre os vários proprietários do Engenho S. Bartolomeu.

As fotos estão ótimas, e mostram bem a bela arquitetura da Casa Grande.

Abraços e Continue sempre nos presenteando com sua sapiência e pesquisa sobre esse belo e histórico município Pernambucano.

Mas sem querer incomodar o colega, gostaria de saber algumas informação a mais, se possível, sobre o Proprientário José Caetano de Albuquerque.

E também, se em Comportas (prox. do Engenho S. Bartolomeu), existia alguma Casa de Farinha?

Espero não estar abusando de sua generosidades já demostrada no post "Mais sobre o Engenho S. Bartolomeu"

Agradecido desde já.

Anônimo disse...

Oi Amigo Excenlente blog, ficamos felizes em ver o patrimônio de Jabotão sendo mostrado a todos.

Oi Amigo gostaria de Saber a quem pertencia as terras do atual Bairro do Sancho.

Ouvi dizer que haviam engenhos próximos, quais foram?

Estou fazendo uma pesquisa sobre a origem dos Bairros de Jaboatão.

Aguardo sua mensagem

Abrçs

JAMES DAVIDSON disse...

Olá queridos leitores! Sobre o bairro do Sancho achei recentemente algumas informações que em breve estarei publicando. E sobre o engenho São Bartolomeu eu não tenho informações sobre o atual proprietário. Também não houvi falar de casa de farinha, mas não é algo impossível de ter existido. Agradeço o reconhecimento e estou a disposição!

MORENOS ENGENHO disse...

Olá vejo que vc é um cara esforçado.Mas tenho que lhe fazer uma correção, vejo que vc escreveu algo sobre o coronel Agostinho Bezerra da Silva Cavalcanti, e sua esposa Rita Francisca de Paula de Souza Leão (seu nome verdadeiro, e para lhe ajudar só uma correção ela nunca inventou o bolo Souza Leão, ela não morava na o casarão do engenho de Morenos onde foi servido ao Imperador do Brasil o dito bolo.Sendo assim, se ela alí não morava e não fazia parte desse mesmo ramo fica difícil ela ter feito este bolo.Outra coisa importante é vc pesquisar no site do sr. Ivo Wanderley, pois é muito bom para se dirimir dúvidaes de quem é quem na árvore genealógica das famílias até outro dia http://morenoengenho.blogspot.com

JAMES DAVIDSON disse...

Vc tem razão. Na verdade ela criou o Bolo São Bartolomeu que foi feito a partir da receita do Bolo Souza Leão, como consta em Açúcar de Gilberto Freyre. Cometi um lapso por confiar em fontes não fidedignas mas já corrigi o erro.

Anônimo disse...

Caro James Davidson gostaria que postasse algo sobre o Engenho de Megaipe de Jaboatão e se puder colocar algumas fotos ou videos ou se souber de alguma fonte de fotos ou videos fico grato....
Obrigado!
Alisson Bruno

15 anos da cheia de 2005

Por James Davidson Rio Jaboatão Fonte: Climatempo No dia 02 de junho de 2020 completam 15 anos de uma das maiores tragédias que atin...